Série Nós - Parte Dois - A Metrópole



Olá pessoal, aqui é o Steven Sharif, Diretor Criativo do Intrepid Studios. Bem-vindos à parte dois na nossa série sobre Nós. Se você ainda não assistiu, recomendo que veja a parte um na nossa série de quatro vídeos sobre o assunto. É uma ótima introdução sobre o funcionamento básico e o propósito por detrás deste sistema.


Série Nós - Parte Um


A Metrópole


A metrópole, o ápice da civilização. Um símbolo de poder e engenhosidade das pessoas. É uma terra selvagem conquistada, governada e reconstruída de acordo com a sua imaginação.



A metrópole é, por assim dizer, o ponto culminante do Sistema de Nós. É a maior coisa que pode ser criada pelos jogadores e o estágio final do desenvolvimento da civilização neste mundo esquecido. A metrópole requer uma grande quantidade de recursos para sua criação e preservação, e por causa de como os Nós são interconectados, nunca pode haver mais do que cinco delas ao mesmo tempo.

Então você deve estar se perguntando, o que ela faz?


Moradia


Para responder a essa pergunta, precisamos saber o que as civilizações nos oferece normalmente. Cada estágio de desenvolvimento de um Nó traz benefícios e serviços adicionais, estes serviços começam a se destacar realmente a partir do estágio três, o estágio de vilarejo. Um dos principais serviços que um Nó oferece é a moradia e, através dela, cidadania, que é algo importante. Existem três maneiras distintas de se adquirir uma moradia, a primeira delas é o nosso sistema de moradias pertencentes ao Nó.


É aqui que os jogadores podem começar a comprar moradias estáticas. Essas construções pertencem ao Nó e, conforme o Nó evolui, as moradias evoluem com ele. O jogador poderá comprar uma casa simples de um único cômodo no estágio de Vilarejo. Quando o Nó avançar e se tornar uma cidade, a casa também evolui. De repente o proprietário agora possui uma casa maior, o tamanho de sua propriedade cresce, ela agora estará localizada mais próxima ao centro da cidade e o terreno de sua casa aumentou significativamente. Novas propriedades estarão disponíveis no estágio de Cidade, mas essas propriedades serão parecidas com as disponíveis no estágio de vilarejo: pequenas e modestas. Quando o Nó avançar ainda mais, agora para o estágio de metrópole, tudo isso ocorre novamente: O jogador que possuía uma casa grande, agora possui uma mansão. O número de mansões em uma metrópole é igual o número de casa pequenas que existiam no estágio vilarejo desta metrópole. Somente as casas que existiam desde o estágio de vilarejo irão se tornar mansões. Então, a cada estágio que o nó avança será possível ver as moradias da cidade evoluindo também. Isso torna muito importante se tornar parte de um Nó o mais cedo possível. Este sistema introduz um aspecto de mercado imobiliário na aquisição de propriedades em um Nó. E, eu sei o que você está pensando e a resposta é sim, você PODE vender estas propriedades.


Essas opções de moradias pertencentes ao Nó são muito valiosas e esperamos que elas sejam fortemente disputadas. Mas, se você quiser ser um cidadão e as opções de moradias pertencentes ao Nó estiverem esgotadas, você ainda tem algumas opções! Por exemplo, no estágio cidade ou maior, o governantes do seu Nó terão a opção de oferecer apartamentos instanciados. Estes apartamentos serão espaços internos onde você poderá decorar como quiser. Diferentes tamanhos de apartamentos serão oferecidos por diversos preços, e alugar um apartamento também irá prover cidadania. Estes apartamentos não irão possuir área externa e não terão tanto prestígio quanto uma moradia pertencente ao Nó, mas, no entanto, fornecerão algumas funções de moradia para os jogadores que realmente querem ser cidadãos de um determinado Nó.


O último tipo de moradia disponível serão nossos terrenos localizados nos arredores da cidade. Estas propriedades poderão ser construídas em qualquer local dentro da zona de influência do Nó, mas somente após o Nó ter atingido o terceiro estágio (Vilarejo). Eles são grandes lotes de terra onde todo tipo de construção pode ser erguido: estalagens, tavernas, forjas, fundições, madeireiras, moinhos, estábulos, todo tipo de coisa que se imagina encontrar nos arredores de uma cidade. Estes lotes de terra serão onde os jogadores poderão realmente exercitar sua criatividade com novas construções. Como estes terrenos estão dentro da zona de influência de um Nó eles também garantem cidadania! Quanto maior o Nó, maior é sua zona de influência, o que, por sua vez, significa maior disponibilidade de terrenos nos arredores.


Tipos de Nós


Como você já deve saber, existem quatro tipos diferentes de Nós: Científico, Econômico, Militar e Divino. Estes tipos desbloqueiam diferentes tipos de construção a cada novo estágio de desenvolvimento alcançado, fornecendo cada vez mais benefícios conforme o Nó se desenvolve. No estágio de metrópole estes benefícios são tão amplos e diversos que uma metrópole científica será muito diferente de uma metrópole econômica e uma metrópole militar passará uma sensação totalmente diferente de uma metrópole divina. Não apenas a cidade em si será diferente, mas as regiões ao redor destas gigantescas cidades também irão ser bem distintos.


Diferentes tipos de metrópole irão possuir bônus finais específicos. Por exemplo, uma metrópole científica permitirá a viagem rápida (Fast-Travel) para Nós dentro de sua zona de influência, isso é significativo porque haverá pouquíssimas viagem rápida (Fast-Travel) no jogo. Um mundo com uma única metrópole científica irá se comportar de maneira muito distinta do que um mundo sem uma delas. Similarmente, uma metrópole econômica também traz alterações globais para o jogo. Normalmente os mercados são locais e os jogadores só poderão comprar e vender de jogadores que estiverem no mesmo Nó. Metrópoles econômicas quebram essa convenção. Elas terão a capacidade de construir um mercado que irá integrar com todos os Nós em sua zona de influência. Oferecendo um mercado muito maior e mais diverso do que as outras metrópoles podem oferecer. Metrópoles militares e divinas também quebram as convenções do mundo de uma forma ou de outra, em outras palavras, tudo muda uma vez que um Nó atinge o estágio de metrópole.


Além dessas vantagens, o tipo de um Nó também determina o tipo de governo que aquele Nó possui. O Nó científico traz consigo o governo mais tradicional, que permite que os cidadãos se unam para escolher o seu líder. Os do tipo divino determinam seus líderes através de missões orientadas a caridade, missões que auxiliam à comunidade e o Nó, missões que provem sua fé e dedicação ao Nó. Nós do tipo econômico são governados pela elite oligárquica, estas posições de poder podem ser compradas e vendidas, então se você quiser administrar um Nó econômico certifique-se de que sua carteira está mais recheada que seus concorrentes. Por último mas não menos importante: o tipo militar, que é dominado por combate. Aqueles que forem os últimos de pé nas competições de poder terão provado sua capacidade de liderança, com punhos de aço e de uma lâmina afiada. Estes guerreiros só poderão ser removidos de suas posições políticas por cidadãos mais poderosos e sanguinários do que eles.


Uma vez que o líder foi escolhido, ele terá muito o que fazer. Além das funcionalidades básicas que todo Nó provê, os líderes terão que escolher quais outros edifícios de serviços serão construídos, o que significa que eles tem que ter um bom planejamento do que querem alcançar durante o seu mandato. Algumas construções podem oferecer um simples bônus para todos os cidadãos de determinado Nó, outras construções podem oferecer mercados maiores e mais diversificados, ou podem até melhor a habilidade da cidade de se defender durante um cerco. Existe um espaço limitado para o desenvolvimento dessas construções, por isso os líderes deve escolher sabiamente quais construções priorizar para manter seus cidadãos contentes. Ainda nessa linha, os líderes deverão taxar seus cidadãos para conseguir prover estes serviços, construir esses edifícios e conter a deterioração do Nó. Taxas muito altas provavelmente resultarão na população abandonando a cidade, taxas muito baixas podem significar uma deterioração e regresso do nível do Nó. Líderes experientes poderão suplementar a receita da cidade com rotas de comércio e acordos comerciais com outros Nós (Tenha certeza de garantir escolta armada para essas caravanas!!). Líderes relapsos podem desistir de governar, pois eles serão facilmente substituídos na próxima eleição.


Cidadãos e apenas cidadãos poderão aproveitar as recompensas de uma metrópole, recebendo os benefícios que pagam com seus impostos. Além disso, os cidadãos podem obter títulos especiais de acordo com sua posição dentro da sociedade. A maior parte deles estarão reservados para os cidadãos que vivem na metrópole a mais tempo, mas os novatos poderão chegar ao topo com muito esforço e dedicação. Apenas cidadãos poderão participar do governo e dos distintos tipos de eleições. Se os seus líderes estabelecerem grandes feiras, os cidadãos poderão criar suas próprias lojas e vender sua mercadoria na própria cidade, pagando um imposto por isso, é claro.


Destruição


Em Ashes of Creations, tudo aquilo que pode ser construído pode ser destruído, e as metrópoles não são uma exceção. Mas acreditamos que o esforço para destruir algo deve ser o mesmo de construí-lo. Por causa disso, quanto maior o nível do Nó, mais difícil e desafiador será lançar um cerco contra ele. Isso significa que sitiar uma metrópole seria um ato de proporções épicas e de estremecer o mundo. O sucesso ou fracasso deste cerco será escrito nos livros de história e muito provavelmente irá impactar a vida de todas as pessoas naquele mundo. Caso seja bem-sucedido, a metrópole será rebaixada de nível, ou até mesmo destruída, eliminando os efeitos globais que ela provê e ao mesmo tempo abrindo a possibilidade de outro Nó tomar o seu lugar. Talvez uma nova metrópole de outro tipo, ou uma metrópole governada por um tirano, ou talvez nada disso aconteça. Caso o cerco falhe, isso significa que os sonhos e esperanças dos atacantes (acredita-se que seja um exército gigantesco) terão sido esmagados e o status quo do mundo continuará intacto.


Como eu disse no início, as metrópoles são o ápice da civilização. Elas representam isso através de seu tamanho, de seus sistemas e de seus cidadãos. O seu peso é sentido em todo o mundo e, uma vez que uma metrópole tenha sido estabelecida, nada mais será o mesmo. Para melhor ou para pior? Bem, isso é com você...


Eu espero que vocês tenham gostado da nossa visão geral sobre as metrópoles. Nós temos muito o que compartilhar com vocês sobre o Ashes à medida que evoluímos. Todos nós aqui da Intrepid Studios somos muitos gratos pelo apoio que vocês tem nos dado e significa muito para nós termos vocês ao nosso lado durante esta jornada. Se inscreva em nossos canais nas mídias sociais e não esqueça de se inscrever no nosso site para saber das novidades.


Nosso Kickstarter começa no dia 1º de maio de 2017, estamos ansiosos para fazer de Ashes of Creation o MMORPG do qual todos teremos orgulho.


Autor: Yaviey

Publicado em: 21/04/2017

Link do Artigo Original: https://www.ashesofcreation.com/node-series-part-2-metropolis/

Tradução Livre por: Pedro G. M. R. Basso

Revisão por: Evandro Mota de Souza

191 visualizações0 comentário

Redes Sociais - Ashes of Creation Oficial

  • Facebook Social Icon
  • Twitch Social Icon
  • DiscordIcon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

Redes Sociais - Ashes of Creation Brasil

  • Facebook Social Icon
  • DiscordIcon

Parceiros

cm.png

Conexão MMORPG

© 2017 Fansite 

O Ashes of Creation Brasil é um site criado por fãs e não é afiliado à Intrepid Studios, Inc. de qualquer forma.

Ashes of Creation e Intrepid Studios são marcas comerciais ou marcas registradas pela Intrepid Studios, Inc.

Salvo as expressamente indicadas, as reproduções de imagens, marcas, logotipos, nomes, denominações, gráficos, textos, desenhos, músicas, sons ou vídeos e quaisquer outras informações deste website possuem caráter informativo sem fim comercial e são alvo de direitos de autor e/ou de direitos de propriedade industrial protegidos por licença, constituindo parte integrante de Ashes of Creation de propriedade de Intrepid Studios, Inc. e foram originalmente disponibilizados no <site oficial>.

Este website poderá conter ligações a outras páginas de internet independentes, com conteúdos, legislação e política de privacidade próprios, pelas quais não será assumida qualquer responsabilidade legal.